top of page

Penca de Filmes dos Anos 1900-40



Seguem curtas anotações sobre alguns filmes lançados nos anos 1900-1940 (notas dos filmes entre parênteses – escala de 1 a 5):


The Fountainhead (1949): Propaganda da ideologia de Ayn Rand. A posição de Rand não busca o equilíbrio da natural tensão entre indivíduo e coletivo. Arquiteto (Gary Cooper) quer implementar estilo próprio em seus edifícios, sem entender que a cidade também tem que ter um estilo e se cada um faz o que quer acaba como a horrenda São Paulo. Dirigido por King Vidor. (2)


Call Northside 777 (1948): Baseado em história verídica de como um jornalista (interpretado por James Steward) e seu editor provaram a inocência de dois acusados de matar um policial onze anos atrás. (3)


Miracle at 34th Street (1947): Um clássico de Natal. Depois que uma mãe divorciada de Nova York contrata um velho simpático para fazer o papel de Papai Noel na Macy's, ela fica surpresa com a afirmação dele de ser o bom velhinho em pessoa. Quando sua sanidade é questionada, um advogado o defende no tribunal, argumentando que ele não está enganado. O filme enfatiza a importância da família e que bens intangíveis como amor, esperança e confiança são mais importantes do que dinheiro. Engraçado e cativante, também aborda o crescente consumismo no pós-guerra. (5)


A Song to Remember (1945): História de Chopin com foco no romance do compositor com a escritora George Sand. Exageradamente romanceado. (2)


Detour (1945): Você pensa que este é o sujeito mais azarado do mundo até escutar a última frase explicando o sentido de destino. (3)


Arsenic and Old Lace (1944): Clássico exemplo de farsa onde tudo é um meio-tom acima – exagero de gestos, vozes, expressões e situações acentuam o surreal, o passional, o absurdo. Um filme de Frank Capra que envelheceu mal. (2)


Gaslight (1944): Clássico thriller de George Cukor. Marido (Charles Boyer) tenta enlouquecer a esposa (Ingrid Bergman) enquanto procura por joias escondidas. (3)


Lost Horizont (1937): Frank Capra traz para a tela o bestseller de James Hilton publicado em 1933 sobre a utopia do paraíso terrestre. Nem Capra consegue tornar tamanha bobagem atraente. (1)


Triumph of the Will (1935): Lendário documentário nazista realizado por Leni Riefenstahl. Uma aula de direção de propagada política e registro de eventos públicos. Valor histórico. (3)


Shanghai Express (1932): A mensagem é interessante: amor sem fé não tem valor. Mas o filme peca no uso do clichê da prostituta (Marlene Dietrich) com coração de ouro. (3)


Cabiria (1914): Primeiro grande épico do cinema em inovadora (e.g. primeiro uso de câmara móvel) superprodução. Valor histórico – apenas para aficionados. (3)

Comments


bottom of page