Things to Come (1936)


Sempre interessante ver como o futuro era imaginado em anos passados. Things to Come, lançado em 1936, propicia exatamente isto.

Previu com perfeição o início da IIGG e os bombardeios em Londres. Mas errou a alongar o conflito até 1970 e suas consequências quase apocalípticas. Errou também em estimar a ida à Lua apenas em 2035 (Apolo pousou na Lua em 1969).

Mas a diversão acaba aí. O roteiro adaptado por H. G. Wells não poderia deixar de destilar sua ideologia cientificista e globalista. Conforme ele propôs em seu ensaio The Open Conspiracy (1928), a salvação do mundo vem pela mão de cientistas e engenheiros e seu novo mundo sem fronteiras (eles forma sugestiva aliança Wings Over the World – mas podemos chamar de ONU).

A cena final sugere o homem como deus para o qual não haveria mais nenhum mistério. Podre coitado...

Filme Nota 2 (escala de 1 a 5)