top of page

Blake Edwards (1922-2010)


As a director of comedy, Edwards can successfully blend slapstick, borscht-circuit humor, and sophisticated wit into an enticing brew. – William R. Meyer (The Film Buff's Catalog, 1978)

Originalmente ator e escritor, Blake Edwards dirigiu e escreveu excelentes comédias nos anos 60. Infelizmente perdeu o brilho desde então.


Quatro filmes daquela década se destacam:


Breakfast at Tiffany's (1961): O encontro de duas almas-perdidas que se salvam mutuamente. Audrey Hepburn em seu ápice numa New York idílica – notar o contraste da cena de abertura na Tiffany da Quinta Avenida com a cena final num beco sujo representando a retomada de consciência da protagonista.


The Pink Panther (1963): Peter Sellers encarna o hilário inspetor Clouseau. Destaque também para a classe da bela Capucine.


A Shot in the Dark (1964): O inspetor Clouseau volta em mais uma (e última) divertida comédia. Na década de 70 ressuscitariam, sem o mesmo sucesso, a personagem em três outras oportunidades, sempre com Sellers fazendo o papel principal: The Return of the Pink Panther (1975), The Pink Panther Strikes Again (1976), e Revenge of the Pink Panther (1978).


The Party (1968): Último grande trabalho do diretor, reeditando a parceria com Peter Sellers que constrói a personagem na base da improvisação sobre um mínimo de script – e o excelente elenco de suporte consegue acompanhar tais improvisações.

Comments


bottom of page