A. I. Rising (2018)


Sci-fi sérvio cujo título cria expectativa de mais uma rebelião das máquinas (ou no sentido mais profundo, rebelião da criatura contra o criador), mas não passa de uma inusitada história de amor e sacrifício. Homem com problemas de relacionamento com mulheres (vagamente explicado por suas relações passadas) viaja com uma androide por quem se apaixona... não preciso dizer mais nada!

Pior ainda são os dizeres no início do filme: " Depois do capitalismo explorar todos os cantos do planeta, intituiu-se o socialismo para obter uma sociedade equilibrada". O que esta frase ridícula tem há ver com o filme: nada... apenas propaganda para debilóides.

Filme Nota 1 (escala de 1 a 5)

©2019 by Cultura Animi